A tradição ainda é o que era

0
594
As broas com frutos secos são uma das iguarias típicas dos festejos

Há tradições que vão resistindo à passagem dos tempos e uma delas é a de do Pão por Deus a 1 de Novembro (Dia de Todos os Santos). Sobretudo na região Centro, no dia que também é conhecido por Dia do Bolinho, ainda há miúdos que correm de porta em porta a cantar “Ó tia, dá Pão-por-Deus? Se o não tem Dê-lho Deus!” ou “Bolinhos e bolinhos, Para mim e para vós, Para dar aos finados, Qu’estão mortos, enterrados, À porta daquela cruz”. E mantém-se ainda o costume de juntar amigos e familiares à mesa, em torno de frutos secos.
Por terras oestinas, muitos são os que não se esquecem do ritual que pelos Santos levavam meninos e meninas a casa de amigos e vizinhos. Tradições que ainda se vão passando aos mais novos por familiares e professores, sendo que em muitas escolas ainda é habitual chamar-se uma avó para fazer as tradicionais broas ou merendeiras doces.

J.F.